O bombeiro Carlos Carvalho não resistiu aos ferimentos.

Faleceu hoje o bombeiro Carlos Carvalho, da corporação de Cuba, que tinha ficado ferido, no dia 13 deste mês, num incêndio em Castro Verde.

A informação foi transmitida pela Associação Humanitária de Bombeiros Voluntários de Cuba através da sua página de Facebook, sendo também referido que foi decretado o luto da instituição.

De acordo com a agência Lusa, Carlos Carvalho, de 40 anos, “morreu hoje no Hospital de Santa Maria, em Lisboa”.

Em nota de imprensa enviada ao Grupo Diário do Sul, o ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, expressou que “foi com enorme tristeza que recebi hoje a notícia de que o bombeiro Carlos Carvalho, do Corpo de Bombeiros da Cuba, não resistiu aos ferimentos que sofreu durante o combate ao incêndio no concelho de Castro Verde”.

Admitiu que “este é um momento de profunda consternação, no qual quero endereçar os meus sentidos pêsames à família, amigos e à Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários da Cuba”.

O ministro manifestou ainda “votos de recuperação ao bombeiro Carlos Heleno, também do Corpo de Bombeiros da Cuba, igualmente ferido neste incêndio”.

Para Eduardo Cabrita, “neste momento de pesar, é tempo ainda de recordar e enaltecer o compromisso e o empenho com que, diariamente, milhares de bombeiros de todo o país contribuem de forma decisiva para a defesa da floresta contra incêndios e para a salvaguarda de todos os portugueses”.

Fonte: Redação DS

Autor: Marina Pardal

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Veja também

Chaparrito foi o nome escolhido para o abutre-preto nascido em Moura

Votação online foi bastante concorrida, com 203 participações e 406 nomes sugeridos. …